Feliz dia dos namorados!

“Hoje é o dia do corno, foi bom te encontrar!!!”

Anúncios

O beijo e a bola do bichano

Há algum tempo, uma colega de blog, fez um post falando de beijo e tal, várias paradas referente o mundo feminino…

Interessante, tudo aquilo.. na verdade, achei bem tosco… mas mulher é assim cheia dessas babaquices mesmo né… então que se há de fazer?

Porém, após tudo que ela falou, eu comecei a pensar no outro lado da moeda.. veja alguns trechos do que ela disse:

 

(…)

Beijo é bom demais, não é?

Tem coisa melhor do que aquele beijo beeem gostoso…?

Aquele beijo que nos faz sentir a pessoa mais desejada e amada do planeta…?

Aquele beijo que nos arrepia dos pés a cabeça, que tira nosso sono, e que não vemos a hora de repetirmos a dose…?

(…)

 

Olha… sem muito esforço, é lógico que tem.. mas… tudo bem.. o melhor viria depois, veja:

 

(…)

Um beijo bem dado, bem demorado, fala mais que mil palavras e,

dependendo do momento então, diz tudo o que queremos ouvir e muito mais…

Dispensa comentários… evita discussões…

Ah, se os homens soubessem que, quando as mulheres estão nervosas,

um beijo daqueles mais gostosos resolveria muita coisa!

(…)

 

Agora você veja… até que em certo ponto ela tem razão.. mas o pior é que a recíproca é verdadeira. Não necessariamente nesse mesmo sentido, ou com os mesmos personagens…

Todos os homens do mundo concordariam em massa com essas palavras, caso fosse feita uma pequena e quase insignificante troca: bastaria substituir beijo por boquete. (e onde está escrito mulher, colocar homem e vice versa)

 

Nah.. não vou escrever de novo.. vai você lá nos trechos acima e faça as substituições na leitura.

Veja como faz muito mais sentido agora! Não é? Pois é!

 

O cara às vezes chega em casa cansando, estressado, cheio de problemas na cabeça. Em vez de conversar, fazer massagem, perguntar “o quê que há?”, por que as mulheres não chegam logo e fazem um boquete? Certamente seria muito mais útil, valioso e terapêutico que qualquer palavra de conforto, compreensividade ou sei lá, qualquer gesto.. mas não.. as mulheres vão pro lado mais difícil.

 

E eu faço um desafio pras mulheres…

Quer fazer as pazes com o cara? Boquete!

Quer ganhar alguma coisa do cara? Boquete!

Quer se desculpar por alguma merda que tenha feito? Boquete…

 

Agora e o oposto, fazendo as mesmas substituições, usando no lugar do boquete, o beijo seria possível? Lógico que não!

Algum homem convence alguma mulher de alguma coisa com beijo?

Algum homem consegue a liberação pra passar a tarde no buteco, com beijo?

Mais ainda! Algum homem consegue um boquete da mulher, simplesmente com beijo?

 

Portanto: Beijo, uma farsa, um mito, embuste pra mulher poder reclamar de homem.

Já o boquete… bem.. os números e os fatos falam por si só!

Que mané beijo é meu saco! Na comparação com o boquete, e no quesito efetividade, perde e feio… o problema é que o boquete não tem efeito sobre as mulheres… e nem o beijo.

Até mais pessoal!

Publicado originalmente em: http://seqvme.zip.net/arch2009-11-01_2009-11-30.html#2009_11-10_17_07_55-105640901-0